Jejum: exercício de liberdade

No caminho de conversão e na busca por uma vida virtuosa é essencial que exercitemos o nosso autocontrole, e o Tempo da Quaresma favorece essa realidade convidando-nos à prática do jejum de alimentos e jejum de outros bens. Assim exercitados, seremos bem mais livres e despojados para enfrentar os momentos de adversidade.

Por falta de ascese, que nos ajuda a aceitar as privações e tribulações obrigatórias, o nosso espírito frequentemente se põe a reclamar e a murmurar. Por outro lado, se disciplinamos nossa “carne” através de pequenos sacrifícios e renúncias, entramos em uma atitude de louvor e maior união a Deus. "Portanto, irmãos, não somos devedores da carne, para que vivamos segundo a carne. De fato, se viverdes segundo a carne, haveis de morrer; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras da carne, vivereis." (Rm 8, 12-13).

Recusemos alimentar as reclamações dos nossos desejos carnais, senão são eles que nos dominarão e que nos submeterão aos seus caprichos. (Cf. Mc 9, 29)

cruz

Ao longo do caminho da Quaresma, não percamos de vista a meta e o caminho da Cruz. Jesus nos ensinou que tem demônios que só podem ser expulsos à força de oração e de jejum (Cf. Mt 17, 21). Sê honesto perante o Senhor e perante você mesmo fazendo memória de bens e situações que você precisa se desapegar durante esse itinerário de preparação para a Ressurreição de Cristo. Além disso, não dispense o jejum de alimentos, a Igreja propõe diversas modalidades de jejum de alimentos, de acordo com a idade, as condições físicas e as restrições alimentares de cada pessoa, não com o intuito de fazer-nos passar fome, mas sim de educar o nosso paladar a ser privado de alguns sabores por um bem maior, a purificação interior.

Segundo o Papa Francisco, o jejum deve acompanhar nossa preparação para a Páscoa de Cristo, a medida em que nos faz adentrar em um caminho de purificação, “que liberta do apego às coisas, do mundanismo que anestesia o coração. Oração, caridade e jejum: três investimentos num tesouro que dura.”

Boa Quaresma!

Por: Comunidade Sementes do Verbo
Fontes: Livro de Vida SdV e Papa Francisco: “Quaresma, tempo para reencontrar a rota da vida”