Posts in Palavra do Fundador
Discernir os chamados de Deus com os santos

S. Paulo menciona um carisma particular chamado: “discernimento dos espíritos” (1 Cor 12,10). Para o Apóstolo, esta expressão tem um sentido bem preciso: indica o dom que permite distinguir, entre todas as palavras inspiradas ou proféticas pronunciadas durante uma assembleia, aqueles que vêm do Espírito de Cristo e as que provêm de outros espíritos: o espírito do homem, ou o espírito demoníaco, ou do espírito do mundo. Para ele, o critério fundamental de discernimento é verificar o espírito que proclama que Jesus é “Senhor” (cf. 1 Cor 12,3). Esse é o Espírito Santo.

Read More
O Abandono à Divina Providência e o dom de Si

O título deste artigo, assim colocado suscita uma questão: como viver o abandono interior para com Deus e à sua Providência, embora tenhamos que nos doar plenamente na nossa responsabilidade humana? Como podemos confiar-nos e abandonar-nos à Divina Providência, sem que este abandono, de fato, não seja preguiça da nossa parte nem negligência dos nossos deveres humanos?

Read More
Livres, para amar a Deus, fazer a Sua vontade e amar todos os nossos irmãos e irmãs!

O tema da Liberdade é, com certeza, um tema entre os mais importantes e atual para a sensibilidade dos jovens de hoje. Este tema também está ligado ao do discernimento recebido para este Ano de 2018. De fato, não pode haver um discernimento justo sem liberdade interior. É por isso que este tema da liberdade é tão importante.

Read More
A Assunção da Virgem Maria: primícia do nosso nascimento e vocação celestes!

O tema deste Ano de 2018 está marcado pela espiritualidade mariana: de fato, o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional” está relacionado com o tema da JMJ 2018 (nas Dioceses): “Não temas, Maria, pois encontraste graça junto a Deus” (Lc 1,30); e o tema da JMJ 2019 (Panamá) é: “Eu sou a serva do Senhor; faça-se em mim segundo Tua Palavra!” (Lc 1,38).

Read More
O amor de Deus, fonte de todo chamado!

Deus não criou o homem para, em seguida, entregá-lo a si mesmo e à sua própria solidão, como se Ele o tivesse simplesmente lançado no turbilhão da vida. Desse modo, não teria cuidado nem benevolência para com a obra que Ele criou?

Mas Deus, pelo contrário, acompanha, guarda, ajuda, cuida da Sua criação… numa palavra “ama” aquilo que Ele mesmo criou.

Read More
A Sagrada Família e a plenitude do Espírito Santo

Nós cremos e contemplamos no Mistério da Trindade Santa  as Pessoas divinas do Pai, do Filho e do Espírito Santo. A nossa contemplação nos leva a admirar “uma outra trindade santa”, que viveu a nossa condição humana e que percorreu a nossa terra: a Sagrada Família de Nazaré. Ela não é “uma outra” trindade, mas o eminente reflexo e espelho da Santíssima Trindade Divina. Vamos tentar ver em que caminho particular as pessoas da Sagrada Família nos ajudam a viver a renovação da vida no Espírito Santo.

Read More